RSS

Posts Tagged ‘noticias’

Postado Por Gizele

Canna Cola, esse refrigerante de maconha, será vendido nos Estados Unidos em Fevereiro. Cada garrafa custará entre US$ 10 e US$ 15 Dolares (cerca de R$ 17 á 25 Reais) e terá entre 35 e 65 miligramas de THC (tetrahidrocanabinol), o principal ingrediente psicoativo do cannabis, o gênero botânico utilizado para produzir haxixe e maconha.
A informação do novo refrigerante foi publicada pela revista americana “Time”.
15 Estados americanos concorda e aceita o uso da maconha para fins medicinais. No entanto, as condições para sua legalidade mudam de um lugar para o outro, e maconha, independentemente do propósito, continua sendo ilegal pelas leis federais.
Há um projeto de lei no Congresso assinado pela senadora Dianne Feinstein, conhecido como “Brownie Law”, aprovado pelo Senado no ano passado. A proposta é aumentar as penas para os que fazem produtos que misturem maconha com “algo doce”.

O criador do “Canna Cola” é o empresário Clay Butler, que assegura que nunca fumou maconha e que elaborou a bebida por “acreditar que os adultos têm o direito de pensar, comer, fumar, ingerir ou vestir o que quiserem”, disse em entrevista à publicação “Santa Cruz Sentinel”.
Além do sabor de cola, serão lançados, ao mesmo tempo, o de limão chamado “Sour Diesel”, o de uva de nome “Grape Ape”, o de laranja “Orange Kush” e, por fim, o inspirado na popular bebida Dr. Pepper, o “Doc Weed”.
De acordo com Scott Riddell, criador da empresa que comercializará a bebida, os níveis de THC em “Canna Cola” serão menores que os de outras bebidas do mesmo tipo que já estão no mercado. O efeito no organismo é similar ao de uma “cerveja suave”.

Será que isso pegaria no Brasil? Com certeza seria mais vendido do que a Coca e o Guaraná Antártica juntos!

Postado Por Max

O Twitter continua mostrando sua força e presença no dia-a-dia dos brasileiros. A Comissão de Comunicação Civil do Senado aprovou nesta quinta-feira o projeto que cria o Tweet do Brasil em substituição ao programa de rádio Voz do Brasil.

Pelo projeto, a transmissão das notícias sobre os três poderes da República passará a ser feita para o Twitter, com o objetivo de adequar-se às novas formas de comunicação.

Assim como o programa de rádio que desde 1935 tem sua transmissão obrigatória pelas emissoras, o Tweet do Brasil (@tweetdobrasil) deverá obrigatoriamente ser seguido por todos os brasileiros.

“Essa é mais uma demonstração de que o Governo segue uma linha de modernidade, monitorando e se adequando à realidade dos brasileiros”, afirmou o subsecretário de comunicação Joel de Arruda Freitas.

O Tweet do Brasil seguirá o formato dos 140 caracteres, mas manterá um pouco da tradição da Voz do Brasil, indo ao ar somente das 19h às 20h em todo o país.

“Além das notícias sobre Brasíla, vamos falar também sobre os melhores tweets do dia, sejam ligados à política ou não”, explicou Arruda Freitas. “A música tema também mudará. Sai ‘O Guarani’ de Carlos Gomes e entra o streaming ‘Chora, Me Liga’ do João Bosco e Vinícius, muito mais jovem e contemporâneo”.

A medida parece ter agradado a população, em especial a classe internauta. Segundo Johnny Rapeize (@jrapeize), que possui mais de 70 mil seguidores no Twitter, a medida reflete a nova realidade da comunicação no Brasil.

“Hoje nós tuiteiros colocamos o que quisermos Trend Topics”, diz Rapeize. “Nada mais justo que um programa diário sobre o que está bombando, mas com uma pegada de responsa”.

Para o primeiro programa com novo nome e formato, marcado para o final de agosto, já estão programados tweets sobre Galvão Bueno, Geyse Arruda e Felipe Melo, além de alguns ministros do judiciário.

“Faremos uma mistura bem brasileira, noticiando tudo o que é verdadeiramente importante para a vida da população”, concluiu Arruda Freitas.

Postado Por Max

 

Página 1 de 11